Sinopse:Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case imagescom uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.

 

Nessa releitura da Cinderela conhecemos Sophie Beckett, a filha bastarda de um aristocrata que trabalha como empregada na casa do seu próprio pai, apesar de todos saberem quem realmente ela é, incluindo sua madrasta Araminta (má-drasta) e irmãs.

Então, um dia, as mulheres da casa são convidadas para um baile dos Bridgertons, menos Sophie. Independentemente disso, com a ajuda de alguns dos criados mais  leais, ela é transformada em uma bela mulher.

A noite é mágica ,ela atravessa os caminhos com um dos irmãos mais velhos da família Bridgertons. Benedict, que está completamente encantado por ela e antes que a noite acabe, tem a certeza  de que  está apaixonado.Infelizmente, Sophie desaparece quando o relógio marca meia-noite, deixando nada além de suas memórias para trás.

Dois anos depois, eles se encontram novamente quando Benedict a resgata num momento muito difícil, ele não a reconhece como a mulher mascarada pela qual se apaixonou na noite do baile, só a vê como Sophie , a criada. Isso não o impede de se apaixonar por ela, mas a sociedade dita que ela seja uma amante e não uma esposa.

Sophie jurou que nunca iria colocar a si mesma ou a qualquer criança em potencial na posição em que esteve em toda a sua vida, então se recusa a ser sua amante,não importa o quanto esteja apaixonada e atraída.

Será que ele virará as costas para a sociedade e se casará com uma criada?Será que Sophie deixará de lado suas crenças e será sua amante ?Como essa bagunça será organizada?Você terá que ler para descobrir...

WhatsApp Image 2017-03-07 at 17.24.38

Sophie, é uma das minhas preferidas, mas com franqueza, não sei se consigo escolher.Sei que gosto mais da Kate e da Sophie do que da Daphne, e sei que gosto mais do Anthony e do Benedict do que do Simon, só estou dizendo isso para tentar mostrar que cada livro é melhor, cada irmão ou irmã é um desafio novo e cada história é original na sua própria maneira.

Julia Quinn consegue nos dar tudo: Romance, sedução, comédia e drama.Dou muitas risadas enquanto leio e várias vezes sinto as lágrimas aflorarem aos olhos, embora possa  logo na página seguinte, sorrir como se eu fosse a protagonista.

Uma série para RELER com toda certeza!

Beijos

4 Comentários

  1. Para mim esse é o melhor livro de romance de época da vida. Muito amor por Sophir e Benedict OTP DE ROMANCE DE ÉPOCA

    ResponderExcluir
  2. Eu me questiono como os leitores dessa série conseguem não se perder com tantos personagens e tantos livros. Mas, para ser sincera, a história sempre me parece a mesma: classes sociais "antigas" e romance. Não consigo me ver atraída ainda :/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jess!

    Infelizmente, apesar de ouvir falarem muito dessa autora, ainda não me senti animada com essa leitura, sabe?

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  4. Como eu já te disse em um outra resenha dos livros da série,eu ainda vou ler,só não sei quando rsrsrs.Agora essa questão de ter vários personagens não dá pra se perder não? Mas eu também acho isso bacana,pois assim dá pra ver a história em diferentes perspectivas.

    ResponderExcluir